Manifestações de Pablo Megracko

Espaço dedicado às manifestações do companheiro Pablo.

Gabriel

1 de mai de 2011

O Anjo

.
Alimento me do cheiro imaculado das ninfas virgens
Perambulo pela noite suja gozando de amizades macabras
Escarneço dos transeuntes contentes em seus romances
Arrasto meu coração tétrico; compartilho a água com os ratos

Agradeço ao Inferno por me apresentar a essência da vida
Contemplo a paz que a morte trouxe a meus irmãos
Tenho qualquer vida de mais valor em uma de minhas mãos:
a outra dou de comer aos cães
Cuido bem dos filhos das mães
Dois pães para sete fomes

Na minha morada sem paredes acontece um milagre avesso:
Multiplicam-se as bocas para a mesma migalha.

E como única verdade de meus dias sem Sol
lhe apresento um sentimento que nenhum Papa conheceu melhor do
[que eu:
Deus.

2 comentários:

  1. anjo anjo... começo a não precisar te entender, nem a você, nem ao sentimento Deus!

    bom passeio pelas veredas da sua criação!
    cuida!

    ResponderExcluir
  2. Rodolfo Horoiwa07/02/2012 02:11

    recebi um convite da sua poesia no metro.. agradecido!

    intensidade boa!

    um abraço!

    ResponderExcluir