Manifestações de Pablo Megracko

Espaço dedicado às manifestações do companheiro Pablo.

Gabriel

1 de mai de 2011

Retirante

.
Depois do tumulto, quando me vejo só com a noite
Então é tempo de a terra vibrar
e tudo à volta é luz
e é sombra

Então meu coração já não espera. Descontrolado, rastejo no ar
Choques violentos alimentam a quimera
Lentamente gozo
até chorar

Já não me escondo. E não me importo
Estou alado e não quero pousar
Não me espere, não fale alto
Estarei comungando com os mortos

Nada mais suave, lento terremoto
Vivo nos corpos corre o sangue louco
Ouço as horas, são sinos histéricos
Junto os ossos e agradeço o passeio

Adormeço.

Um comentário: