Manifestações de Pablo Megracko

Espaço dedicado às manifestações do companheiro Pablo.

Gabriel

1 de mai de 2011

Solidão

.
Folhas farfalham. É o vento.
As flores murcham. É o tempo.
Estrelas brilham. Manto Preto.
Lágrimas pingam do pássaro negro.

No alto, lá no alto da tristeza,
Vejo a nuvem em forma de alegria.
Intocável, passageira de si mesma;
Impossuível

A imagem de mim mesmo é vazia.
Nesta noite ninguém veio ser visível.
O silêncio faz a mão dançar os dedos.
Nenhum corpo vai fazer nascer o dia.

No colo mudo só o sonho é macio.
Só as almas perambulam livremente.
Nem os ratos ficam sós no meio-fio,
Porque o vazio é a coisa só da gente

Impossível.

Um comentário: