Manifestações de Pablo Megracko

Espaço dedicado às manifestações do companheiro Pablo.

Gabriel

1 de mai de 2011

Caminho de Chão

.
Venho de longe desde sempre
Não tenho muito do que duvidar
a distância é inclemente
A partida é recente
mas não quero deixar mágoas
É só o curso das águas
ou do sangue, ou da gente
De qualquer maneira
é uma sede doente
de rachar as tábuas
de virar os copos
de parar o mundo
de esperar a estação
guinchar com os porcos
e no agudo profundo
viajar um milhão

Venho de longe desde sempre
Não tenho muito por que chorar
Entendi de tanto olhar
o sofrimento dessa gente
que nos olhos já se sente
a esperança feita em lágrimas
A moringa e a estrada
de terra batida e sola quente
O coração à beira
de um sonho latente
A vida uma fábula
de fim inócuo
um sono sem fundo
No caminho de chão
com vivos ou mortos
e mudos vagabundos
compartilho a solidão

Um comentário:

  1. eita inspiração boa menino..
    adoro tanto suas letras, dizem tanto!
    congratulações bab..
    é nóis

    ResponderExcluir