Manifestações de Pablo Megracko

Espaço dedicado às manifestações do companheiro Pablo.

Gabriel

1 de mai de 2011

Da noite seguinte

.
Como pra chorar, a água devastou. E pra respirar, a noite foi linda. Como nos velhos tempos, nós e as crianças... antes da água. Como na antiga aldeia... como na antiga aldeia.

À volta, só os habitantes do meu plano, o resto era caso, mata, gente.

Mas agora é diferente. Agora a noite é fresca, frígida e triste. E eu sou denso, quente e contente, porque a noite me quer assim, e assim obedeço.

Se há uma coisa que me deixa satisfeito é fazer o que a noite quer: se a noite está acordada, ela quer sonhar; se a noite quer andar, ela vai parada.

E nesta noite bonita, contemplo a bonança límpida e nostálgica que a tempestade deixou. Vejo o mundo de tamanho imensurável, abro os braços e me entrego pra sempre, sempre que for agora.

3 comentários:

  1. "Se há uma coisa que me deixa satisfeito é fazer o que a noite quer: se a noite está acordada, ela quer sonhar; se a noite quer andar, ela vai parada".

    Bonito achado poético, esse, principalmente: "se a noite está acordada, ela quer sonhar"!!!

    ResponderExcluir
  2. PS: eu já tinha lido esse texto, mas é tão difícil comentar poesia!!!

    ResponderExcluir